quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Meu vicio


Por: Irisbel Correia

As horas passam tão lentamente, o coração te espera mesmo sabendo que não vai chegar. Os dias que eram coloridos, estão cinzas e nublados. O celular que não parava de tocar, está em silêncio. Aquela lágrima teimosa insiste em cair. Você tornou-se meu vicio, meu ar, um pedaço do meu coração, que agora está dilacerado, apertado. Palavras, momentos, sensações tudo se perdeu nas horas que se passam, somente lembranças que aos poucos ficam distantes, mas que ainda fazem o coração suspirar.

Nenhum comentário: