terça-feira, 4 de outubro de 2011

Um novo começo


Por: Irisbel Correia

Um piscar de olhos e três suspiros, foi assim que terminou minha terça e iniciou minha quarta. Os pensamentos continuam divagando, sem um rumo aparente, a cabeça reflete sobre tudo, mas o coração é teimoso, e lá está ele, levando os pensamentos para onde não deve está, buscando motivos para recomeçar. Difícil falar em recomeço, quando uma história ainda não chegou ao fim, mas quem disse que recomeçar é só algo novo? Muito pelo contrário, recomeçar é sair de órbita, mudar as escritas, dar um novo sentido no que está indo errado, desgastado, pela rotina, pelo tempo... ou até mesmo pela falta de tempo. Afastar-se de tudo, não é a solução, a paixão é fogo, mas o AMOR como diria Lenine é "Avassalador", nos queima por dentro, nos atropela, nos engole, se apodera da sua vida sem parcimônia, chega de mansinho sem avisar. Mas amor, como saber que chegou, se dele não sei nada, a única coisa que sei é que acontece, e sempre acontece, na hora que você não está preparada, nos seus momentos de angústias, mais só sei que acontece! Que dói, que talvez poderá ser pra sempre ou não durar. Que deixa feridas, que mesmo cicatrizadas ainda dói. Que é bom, muito bom, e que de ser tão bom, você não se incomoda com os arranhões que aparecem pelo caminho. Há o amor, que ele me encontre e me reconheça, a cada novo dia, a cada novo sorriso, a cada novo amanhã.

Nenhum comentário: