sábado, 16 de outubro de 2010

De volta ao passado


Por: Irisbel Correia

Quem falou que ia ser fácil? Que voltar ao passado por alguns instantes desencadearia uma ardência, que me queima, e em mim lateja, que demoraria tanto para cicatrizar? Caminho a passos largos para um futuro que nem mesmo sei qual é, a vontade desmedida de encontrar um rosto conhecido em meio a multidão, às vezes me conforta e ao mesmo tempo me desatina. Quero não lembrar, dos momentos que passamos juntos, mas as lembranças me transporta para uma realidade irreal, me tira a ângustia da solidão em que minha vida se transformou desde que se foi e nem olhou pra trás. Queria poder parar o tempo, ou melhor voltar no tempo e fazer o hoje diferente, mas sei que esse lampejo é mera nostagia das emoções fortes vividas e que devem ser encaradas com sabedoria, para que não surja um sofrimento em vão! Viver o presente, e o futuro? Para que saber.

Nenhum comentário: